Greentech Challenge – primeira edição no Brasil

.Notícias

Novas demandas por tecnologias de impacto ambiental, tanto da indústria quanto dos consumidores finais, apontam para o aumento mundial de investimentos nesta área. Para apresentar estas iniciativas, a empresa dinamarquesa Green Innovation Group vem ao Brasil pela primeira vez. Ela é uma das líderes em buscar inovação “verde” pelo mundo. Para começar esta relação com o país, a Green Innovation traz seu evento Greentech Challenge para São Paulo.

Realizado no Cubo Itaú dia 28 de novembro, o evento será dedicado à compreensão e discussão do mercado de “negócios verdes”. Estarão presentes players como Marcos Penido, Secretário de Infra-Estrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, que apresentará o Projeto Poluição dos rios Pinheiros e Tietê; Ricardo Gravina, da Climate Ventures; e Gustavo Junqueira, da Inseed.

Anúncios

Assuntos como Investimento de Impacto Sustentável global e local, Green Venture Capital Global e Brasil e Blockchain serão abordados em painéis. Estão confirmados também o dinamarquês Martin Petersen, diretor do Green Innovation Group e criador do evento, e Alessandra Sollberger, suíça de origem brasileira que é líder no mercado de blockchain global e CEO da Evermore Health.

Além disso, 12 startups brasileiras selecionadas pela Green Innovation finalizarão um intenso bootcamp (programa de imersão) de três dias, apresentado no palco suas iniciativas para participantes.

A base de dados da aceleradora conta com mais de 6 mil tecnologias de impacto mapeadas globalmente. Das startups aceleradas pela Green, mais de 70% que participaram do Greentech Challenge aumentaram o capital em cerca de 500 mil euros. São iniciativas nas áreas de aquacultura, blockchain, nanotecnologia, indústria 4.0, lixo, agricultura, energia via biomassa e Internet das Coisas (IOT), entre outras.

O evento traz ao país um olhar mais mercadológico para o meio sustentável: um segmento com empresas de escalabilidade global e com soluções necessárias para as futuras necessidades do campo, indústria e consumidores.

Dinâmica do bootcamp

Durante os 3 primeiros dias – entre 25 e 27 de novembro – uma seleção de 12 empresas promissoras será treinada, por meio de interações com grandes mentores na FEA-USP. Os critérios para a seleção foram: negócios já ativos no mercado, com potencial de venda, que despoluem o meio ambiente e reduzem dióxido de carbono (CO2).

Entre os parceiros na mentoria estão o Itaú, os escritórios de advocacia TozziniFreire, brasileiro, e J. Pereira da Cruz, português, a Secretaria de Infra-Estrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, a Brain Business School, escola de empreendedorismo, entre outros.

No dia 28/11, as startups farão seus pitches no Cubo, para uma audiência de participantes de mercados relevantes. O Challenge recebeu, ao todo, mais de 100 inscrições de startups brasileiras

Facebook Comments
Siga-nos & Curta 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.