Respironics E30, V60 e Trilogy EVO: ventiladores mecânicos Philips

.Gadgets

Ventiladores mecânicos Philips para ajudar instituições de saúde na gestão de pacientes com COVID-19

A Royal Philips tem investido em novas soluções para combater a COVID-19 e, em decorrência disso, tem três novos modelos de ventiladores mecânicos, o Respironics E30, Respironics V60 e o Trilogy EVO que auxiliam na sobrecarga das UTIs neste momento de crise na saúde do país.

A Philips já possui uma ampla experiência neste mercado, oferecendo um portfólio diversificado com dispositivos de ventilação invasiva e não invasiva que permitem a continuidade do atendimento e apoiam as necessidades do paciente e dos profissionais de saúde, no hospital e em casa.

Neste período, em especial, essas soluções auxiliam médicos e equipe clínica a suportarem os pacientes nas mais variadas condições, desde quadros clínicos mais simples até os mais importantes, e ainda contribuem para diversos tipos de tratamentos de insuficiência respiratória causada pelo novo coronavírus.

Dispositivos de ventilação invasiva e não invasiva da Philips

Os aparelhos apoiam as necessidades do paciente e dos profissionais de saúde, no hospital e em domicílio.

Trilogy EVO, com desempenho comprovado em ventilação invasiva e não invasiva. Essa nova geração da linha Trilogy foi desenvolvida para auxiliar nos tratamentos dos pacientes, com opções de equipamentos também para domicílio. “Além disso, essa solução é voltada para auxiliar na sobrecarga das UTIs, atendendo a todos os níveis de tratamentos, desde os mais leves aos mais graves, graças a flexibilidade dos circuitos e aos modos de volume e de pressão, AVAPS-AE, SpO2 e monitorização EtCO2, que permitem um cuidado adaptável” pontua o diretor científico.

Esses parâmetros são essenciais para tratar as várias necessidades de insuficiência respiratória. Por exemplo, a tecnologia AVAPS ajusta automaticamente o ventilador para alcançar o volume pretendido, enquanto o Auto EPAP se ajusta proativamente à menor pressão para manter as vias respiratórias superiores abertas. Já para maximizar o conforto, a frequência de reserva automática atrasa a respiração da máquina até que o seu paciente exale.

•Respironics E30, ventilação alternativa para situações nas quais ventiladores dedicados a cuidados intensivos não estão disponíveis. Para tal atuação, a empresa recebeu a Autorização para Uso de Emergência da FDA, agência de controle de drogas norte-americana, nos Estados Unidos, para que o dispositivo seja usado durante a pandemia. No Brasil, a ANVISA também concedeu autorização para a comercialização do E30 enquanto durar o estado de emergência na saúde pública.

No ventilador Respironics E30 é possível adaptar um filtro bacteriológico/viral para minimizar a exposição de profissionais de saúde tanto quando usado de forma invasiva, quanto não invasiva. Essa configuração tem eficiência maior que 99,99% para filtrar a dispersão do gás que é forçado a sair pela porta exalatória.

•Respironics V60, não só para COVID-19, mas para outros tratamentos respiratórios. O equipamento possui sistema de pressão positiva em dois níveis nas vias aéreas (BiPAP) controlado por microprocessador, que fornece ventilação não invasiva para pacientes adultos e pediátricos com respiração espontânea.

O V60 atende a vários perfis de pacientes, uma vez que tem uma ampla gama de configurações. A opção Auto-Trak Plus, disponível nos modos S/T, PC, AVAPS e PPV, permite que os profissionais de saúde façam os ajustes necessários para alcançar a sincronia do paciente versus ventilador, proporcionando um tratamento personalizado, principalmente, frente aos diferentes quadros clínicos percebidos durante a COVID-19.

Em tempo, o Philips Respironics V60, em seu modo não invasivo, facilita e melhora o início dos tratamentos, por conta das configurações pré-definidas para máscaras hospitalares da Philips Respironics que calibram automaticamente as características de fluxo para melhor acompanhamento e terapia.
Todas as soluções possuem alarmes visuais e sonoros que fornecem informações terapêuticas relevantes aos profissionais de saúde.

A Philips vem sempre investindo em soluções, como o E30, Trilogy EVO e V60, que possibilitam a ativação do conceito de quadruple aim da companhia: diagnóstico preciso e tratamentos assertivos; satisfação dos profissionais de saúde no dia a dia de trabalho; redução de custos para as instituições de saúde e, consequentemente, uma melhor experiência e atendimento ao paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.