Dicas sobre a importância de um bom microfone no podcast

.Gadgets

A Shure dá dicas sobre a importância de um bom microfone no podcast. E-book sobre o tema apresenta capítulo sobre ambiente e equipamentos que contou com o apoio de especialista da Shure

De acordo com pesquisa conduzida pelo Ibope em 2019, dos 120 milhões de pessoas conectadas à internet hoje no Brasil, 40% já ouviram pelo menos um podcast.

Os 40% de internautas correspondem a cerca de 50 milhões de pessoas familiarizadas com o podcast. É este o tamanho do mercado brasileiro para quem pretende se aventurar como podcaster, seja se lançando como influenciador digital, seja criando um podcast para sua empresa ou para qualquer outra finalidade.

De acordo com David Kadooka, especialista em desenvolvimento de mercado da Shure, a movimentação na direção do podcast no País acompanha uma tendência mundial. “É um novo conceito multimídia dinâmico, irreverente e eficiente, que agrada a todos os públicos”, afirma.

Para atender a uma demanda crescente, a Shure disponibiliza a Linha Motiv – microfone já com interface que pode ser usada diretamente no computador ou celular; o SM7B, microfone mais usado no mundo para podcast e broadcast, e SM58, microfone mais usado no mundo.

A marca conta ainda com o PGA58, microfone com características profissionais, mas com custo de equipamento de entrada, e SRH e SE, linha de fones de ouvido para monitoração do som captado ou gravado.

Além disso, Kadooka dá dicas preciosas sobre a importância de um bom microfone no podcast. “É fundamental um bom microfone no podcast, pois qualquer gravação começa com uma boa captação, e o microfone é o primeiro da cadeia de sinal”, explica.

O especialista reforça também a importância do ambiente na hora de fazer a gravação: “Com um ambiente bem equilibrado é possível minimizar problemas na captação, como, por exemplo, cancelamentos de frequências fundamentais e reverberações. Com o isolamento acústico, todos os sons indesejados, como os vindos da rua ou de outros cômodos, não serão captados pelo microfone.”

Já em relação aos itens indispensáveis, Kadooka aponta microfone, cabo, dispositivo anti-puff, interface, computador ou celular para a gravação, fones ou caixas acústicas para a monitoração.

Para saber mais sobre como fazer um podcast, acesse o e-book produzido pela Tracto Content Marketing em parceria com o Spreaker, plataforma de hospedagem e monetização. O guia apresenta um capítulo sobre ambiente e equipamentos que contou com o apoio de David Kadooka, que também fez um webinar para Cássio Politti, fundador da Tracto, que escreveu o capítulo 4 com base nos ensinamentos do especialista da Shure.

Baixe gratuitamente o e-book por aqui: http://try.spreaker.com/como-fazer-um-podcast/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.