7ª edição do Connect Day fala sobre o futuro da saúde digital

.Notícias

Essa edição do Connect Day, tem como tema “Saúde mais tecnológica, preditiva e integrada” e reunirá os principais players e instituições de saúde do Brasil e América Latina

Em um ambiente totalmente digital, a Royal Philips realiza pelo sétimo ano consecutivo mais uma edição do seu principal evento, o Connect Day, que reúne instituições de saúde de todo o país e da América Latina, além de empresas de tecnologia para compartilhar e apresentar inovações para o segmento.

O evento, que acontece nos dias 6 e 7 de outubro e tem como tema central “Saúde mais tecnológica, preditiva e integrada”, ganha destaque especial por conta do atual cenário, com palestras que abordarão o novo cotidiano e o futuro do setor no pós pandemia. A expectativa é reunir mais 2.500 participantes.

A sétima edição do Connect Day contará com palestras e painéis que terão speakers nacionais e internacionais e abordarão a transformação digital do setor de saúde; as mudanças provocadas pela pandemia da COVID-19; as novas regras da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados); a importância da interoperabilidade no aperfeiçoamento do atendimento ao paciente; como as soluções em nuvem podem ajudar as instituições, entre outros temas relacionados a Oncologia, Radiologia e Cardiologia.

Levando em consideração o atual cenário, no qual a interoperabilidade (conexão dos sistemas) e os dados do paciente são essenciais para a tomada de decisões clínicas, devido a gravidade e a rápida disseminação do coronavírus, é imprescindível essa troca entre as instituições do setor, visando o compartilhamento de informações, de maneira segura e sem comprometer a privacidade de dados dos indivíduos.

A Philips, por exemplo, vem trabalhando e auxiliando equipes de TI com o objetivo de construir essas conexões para facilitar o atendimento ao paciente, por meio de plataformas digitais que auxiliam no diagnóstico preciso, fornecem todo o histórico médico, proporcionando um tratamento mais assertivo, e garantem ainda a proteção de dados.

Philips Tasy Electronic Medical Record (EMR)

A empresa, por exemplo, acaba de aprimorar o seu sistema de gestão de saúde, o Tasy EMR, e agora oferece também a arquitetura em nuvem. Uma vez que toda a instalação da solução em Cloud, configuração e gestão do ambiente de servidores passam a ser responsabilidades da Philips, as instituições de saúde podem realocar seus recursos para outras atividades importantes, concentrando-se em seu principal objetivo: oferecer um atendimento de excelência aos seus pacientes, além de aprimorar e facilitar o dia a dia do profissional de saúde, gerando dados em tempo real para diagnósticos precisos.

Hoje, a Philips tem como compromisso melhorar a vida de três bilhões de pessoas por ano, até 2030, e para isso combina o poder da Inteligência Artificial com o conhecimento humano, para criar soluções que se adaptam às necessidades de toda a cadeia de saúde.

Capacitando a próxima geração para transformar o setor de saúde

Durante o Connect Day, a Philips também divulgará os resultados de sua pesquisa anual, Future Health Index 2020 (FHI) – plataforma que ajuda a determinar a prontidão dos países para enfrentar os desafios globais da saúde e criar sistemas nacionais sustentáveis e adequados. Está é a primeira vez que o relatório foca na geração mais jovem de profissionais de saúde com menos de 40 anos – grupo que compreenderá a maior parte da força de trabalho nos próximos 20 anos, trazendo suas percepções em relação ao futuro do setor.

Confira a programação completa do Connect Day no site e inscreva-se clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.