Dicas para manter os ambientes seguros no seu Data Center

.Apps/Softwares

O perímetro do centro de dados precisa estar preparado para ameaças físicas e climáticas

Os dados são os ativos mais importantes de uma organização. Por isso, mais do que protegê-los no ambiente virtual, é preciso olhar para os fatores externos que podem comprometer sua integridade. Fatores como clima, temperatura e acesso físico são alguns dos que devem ser levados em conta quando falamos em blindar o perímetro do Data Center.

Enquanto os olhos da TI estão ligados nas ameaças que ocorrem no caminho que os dados percorrem, dados como o exemplo a seguir nos mostram como fatores externos também devem ser uma preocupação. No Brasil, de acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica 2020, publicado pela Abracopel, os incêndios por sobrecarga ou curto-circuito subiram 21% de 2018 para 2019 no Brasil. Também sabemos das enchentes que acontecem nos nossos meses de verão.

Estes pontos, e muitos outros, devem receber a atenção das empresas, já que incidentes e acidentes que envolvem perdas de dados são notadamente os que mais têm impacto no negócio, ou até mesmo na sua sobrevivência.

Neste material, Audreyn Justus, presidente e fundador da Solo Network, uma das maiores integradoras corporativas de implementação de soluções de TI no Brasil, preparou uma lista com 5 dicas para ajudar sua empresa na criação de um ambiente seguro para o armazenamento de dados.

1. Proteja o seu Data Center de acessos indevidos

O acesso ao espaço do Data Center deve ser limitado e controlado. Isso para que apenas quem realmente precise entrar neste perímetro tenha permissão para isso. Ações de controle de acesso diminuem as possibilidades de acidentes (um copo d’água pode ser uma tempestade), danos a equipamentos sensíveis, sabotagem e roubo de dados. Portanto, criar salas seguras, equipadas com portas com senhas e biometria, é um cuidado básico para a proteção dos dados e equipamentos.

2. Mantenha seus equipamentos seguros em caso de explosões ou incêndios

Um incêndio pode destruir a estrutura de um centro de armazenamento de dados em apenas alguns minutos. Por isso, estruturas que garantam a estabilidade, estanqueidade (sem vazamentos) e isolamento térmico dos seus dados são fundamentais.

E há um padrão a ser seguido: as empresas devem garantir a segurança dos espaços seguindo as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) referente à instalação de paredes divisórias sem função estrutural portas e vedadores resistentes ao fogo .

3. Garanta a temperatura adequada para o bom funcionamento das suas máquinas

A ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air-Conditioning Engineers) recomenda que um Data Center de classe A1, permaneça em uma temperatura entre 17º a 23º, com uma humidade relativa de 20% a 80%.

Não manter o Data Center em temperatura adequada, ou mesmo permitir alterá-la durante picos de demanda irá diminuir a confiabilidade e durabilidade de processadores, memórias e discos, o que por sua vez levará a incidência mais constante de falhas e, até mesmo, à perda de equipamentos. Estudos mostram que sistemas inteligentes de gerenciamento de temperatura se pagam muito rapidamente. Por isso, a escolha do local onde é instalado o centro de dados é crucial e deve levar em consideração temperaturas controláveis. Além disso, controladores de aspectos como pressão, temperatura e umidade aumentam a vida útil e garantem o bom funcionamento dos equipamentos.

4. Proteja-se de falhas na rede elétrica

Disponibilidade é uma das características primordiais quando falamos de dados. Por isso, todo o seu sistema de armazenamento e processamento de dados deve estar protegido em caso de falta repentina de energia elétrica, comuns no Brasil, conforme dado apresentado acima.

Equipamentos como no-breaks e geradores são essenciais para que estas falhas não causem interrupções e desligamentos nos equipamentos. Alguns Data Centers pelo mundo contam também com sistemas de captação de energia de outras fontes, como solar, por exemplo, para munir-se contra qualquer intempérie da rede elétrica tradicional.

5. Mantenha seu Data Center seco, mesmo nos meses mais chuvosos

As enchentes são um mal que atinge muitas cidades brasileiras e todos os anos causa prejuízos em diversos setores da economia. Por isso, além da escolha do local onde vai ser instalado o Data Center, alguns outros cuidados podem proteger ainda mais os equipamentos.

Projetos que incluem a instalação suspensa dos equipamentos, bem como a vedação e blindagem de portas de acordo com padrões de estanqueidade, dão uma garantia a mais para evitar o contato dos ativos com a água.

O olhar para o perímetro físico do Data Center é parte fundamental para garantir a disponibilidade dos dados e para manter os negócios 24 por 7, sem interrupções. Mas ainda que as dicas acima sejam seguidas, existe um último olhar, que é para os padrões e normas a serem olhados e cumpridos, para que a proteção seja real e efetiva. Por isso, olhar para as acreditações, como INMETRO, e certificações de seus fornecedores de Data Center é realmente olhar para além do dado que ele abriga. Só assim, os ativos mais importantes dos negócios estarão, realmente, protegidos.

Siga-nos & Curta 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.