Dicas de segurança digital para idosos

.Notícias

Com o natal chegando, muitos idosos buscam a internet para comprar presentes para familiares e amigos. Uma matéria publicada no New York Times , mostrou que eles são considerados os alvos mais vulneráveis por golpistas, que utilizam as redes sociais, como Facebook e WhatsApp, para ter acesso aos dados bancários e outras informações pessoais de suas vítimas. Pensando nisso, a ESET , empresa líder na detecção proativa de ameaças, explica como os idosos podem se proteger de possíveis ataques no universo digital.

O golpe mais utilizado pelos criminosos, especialmente contra idosos, são os chamados Phishings. Nesse tipo de ataque, uma mensagem ou publicação chega à vítima através de uma plataforma digital, como o e-mail ou uma rede social, em que os criminosos se fazem passar por uma empresa ou marca de confiança. Nesta mensagem, a vítima é convidada a preencher dados pessoais, seja utilizando uma promoção,ou até mesmo se passando por bancos e pedindo confirmação de números de cartão, senhas e etc.

Anúncios

Para reconhecer ataques de Phishing em diferentes plataformas, a ESET dá as seguintes recomendações :

No Email: evite abrir links sem a certeza de que é um email oficial, e nunca preencha seus dados. Além disso, fique atento ao remetente, empresas oficiais costumam ter o formato “areadaempresa@empresa.com.br“, e não apresentam números e símbolos. Caso a ameaça seja de cancelamento de alguma conta, busque um telefone oficial para contato e esclareça suas dúvidas.

No Whatsapp: nesse caso, geralmente o golpe começa por uma mensagem que contém um link, e é enviada por um contato que a compartilha apenas por acreditar que é algo legítimo. Ao clicar no link, você será redirecionado para um site onde é convidado a preencher seus dados. A dica aqui é ficar atento aos links e não clicar caso esteja em dúvida da veracidade do que foi recebido, mesmo que tenha sido enviado por alguém de confiança. No caso de promoções, entre sempre no site oficial da empresa e verifique se a oferta é real.

No Facebook: nesta rede social, os golpes podem chegar por mensagem privada ou por um post na timeline. Os golpes costumam ter títulos chamativos, então fique atento a ofertas tentadoras, avise quem compartilhou, caso você perceba que é um golpe, e não clique em links suspeitos.

A ESET possui o portal #quenãoaconteca , com informações úteis para evitar que situações cotidianas afetem a privacidade online.

Para saber mais sobre segurança da informação, entre no portal de notícias da ESET: http://www.welivesecurity.com/br/

Facebook Comments
Siga-nos & Curta 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.