Banklike – app permite ajuda financeira entre pessoas

.Apps/Softwares

Aplicativo de economia colaborativa, o Banklike foi criado por brasileiros para promover o encontro entre investidores e aqueles que precisam de meios para quitar dívidas, abrir um pequeno negócio, fazer uma viagem ou, simplesmente, pagar as contas. Uma espécie de “Uber financeiro”, a plataforma promove intermediação rápida e sem burocracia. Em seu primeiro ano de atuação no Brasil, o negócio já atraiu usuários de mais de 300 municípios, e a movimentação superou a casa dos milhões de reais.

O processo simples e a segurança são os maiores atrativos da iniciativa. Para utilizar, basta baixar o aplicativo no smartphone para iOS ou Android, preencher o cadastro e definir se quer ajudar como investidor ou se precisa de ajuda, como tomador de empréstimo.

Anúncios

A compra das moedas, batizadas de Likes, é feita via boleto para quem quer investir, e via cartão de crédito para quem precisa de ajuda. Os Likes são convertidos em Reais e creditados na conta corrente do beneficiado em até cinco dias úteis. Quem toma o empréstimo pode pagar ao investidor em até 12 parcelas no cartão de crédito.

O mesmo cadastro utilizado para requerer ajuda financeira é o utilizado por quem quer ajudar e investir. Com sua moeda simples, o Banklike é rápido e tem valores extremamente competitivos. Os custos correspondem a cerca de um terço das taxas do cheque especial e daquelas cobradas pelo cartão de crédito. O investidor, chamado de “anjo”, recebe rendimentos garantidos e maiores que as médias do mercado.

O limite que o requisitante tem disponível em seu cartão de crédito estabelece o seu teto do empréstimo a ser obtido no Banklike, o que permite que negativados também possam obter a ajuda. O aplicativo não cobra qualquer valor extra, apenas um percentual correspondente aos custos operacionais e administração do serviço, e que já está embutido em cada operação.

Foi em busca de facilidade que o Banklike foi criado. Charles Marques, idealizador do negócio, precisou de dinheiro para viabilizar um contrato da sua outra empresa. As fontes tradicionais de crédito que dispunha, no entanto, demandavam um processo demorado e cobravam altas taxas de juros. A saída?

Sem a burocracia dos processos usuais, o dinheiro ficou rapidamente disponível.

Ainda uma novidade no Brasil, essa modalidade de ajuda coletiva é mais comum na Europa e EUA, onde já funciona há alguns anos, conhecida como “peer-to-peer Lending”, ou “P2P”. O Banklike segue a mesma linha de serviços como Uber, Doghero, Airbnb e Dinner: conecta diretamente oferta e demanda, dispensando a necessidade de instituições intermediárias. Nesse encontro tecnológico, os dois lados são beneficiados.

Em abril de 2018, o Conselho Monetário Nacional aprovou resoluções que permitem a atuação de empresas de tecnologia do setor financeiro (fintechs) a concederem crédito sem a necessidade da intermediação de um banco. As Sociedades de Empréstimo entre Pessoas (SEPs) são instituições financeiras que têm o objetivo de realizar operações de empréstimo e de financiamento entre os interessados exclusivamente por meio de plataforma eletrônica.

Facebook Comments
Siga-nos & Curta 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.