Skully AR-1: capacete de motocicleta mais intelignete do mundo


Postado em por Veridiana Serpa

 Integrar tecnologia em veículos de forma segura não é uma tarefa fácil, ao mesmo tempo que é extremamente importante usar a tecnologia na estrada de uma forma ou de outra, de modo que as pessoas façam de forma responsável. Mais vital ainda para os motociclistas, que são bastante vulneráveis ​​na estrada.

Normalmente, a tecnologia em veículos é confuso, porque obriga o condutor a tirar os olhos da estrada, com isso em mente a Skully, uma start-up que está trazendo realidade aumentada na sua linha de capacetes para motociclistas, tornando a tecnologia integrada mais segura.

A viseira do capacete tem uma tela que parece estar entre 3m a 4,57m de distância da face do usuário, por isso deve ser útil, sem ocupar muito campo de visão, ou seja, com o AR-1 o motociclista não vai precisar desviar a atenção para espelhos retrovisores ou placas de rua, para que possa manter o foco na estrada à frente em todos os momentos. A idéia veio de Marcus Weller, o CEO e fundador da Skully, que esteve envolvido em um acidente de moto, quando olhou para uma placa de rua e não notou que o carro em frente, de repente chegou a um impasse. Com a intenção de manter os olhos na estrada em todos os momentos, Weller começou a desenvolver esse projeto.

O visor exibe imagem a partir da câmara de grande ângulo de 180 graus sobre a parte de trás do capacete, que monitora tudo atrás do piloto, incluindo pontos cegos. Há também turn-by-turn de navegação, e o capacete pode ser conectado a um smartphone usando uma conexão Bluetooth.

Ainda em testes beta, o AR-1 pode ser pré-encomendado. O capacete da motocicleta do futuro está previsto para ser lançado em Maio de 2015. As pré-vendas serão feitas através do Indiegogo, onde o preço inicial é de USD$ 1400. Quando chegar no mercado o AR-1 será vendido por USD$ 1500.

Via.

Facebook Comments
Siga-nos & Curta 🙂

Deixe uma resposta