Dicas para proteger smartphones Android


Postado em por Veridiana Serpa

Dicas para proteger smartphones Android

· Configure o acesso e o bloqueio automático do aparelho: para evitar que outras pessoas acessem as informações do dispositivo, é importante usar uma senha, que pode ser numérica, alfanumérica (com números, letras e caracteres especiais) ou um padrão-chave de desenho (ligação de pontos). Neste último caso, recomenda-se configurar o dispositivo de modo que o caminho riscado não seja exibido, para evitar que qualquer pessoa veja a união dos pontos.

· Realize atualizações periodicamente: as atualizações do sistema são essenciais para não deixar o smartphone vulnerável. Por meio dessas atualizações, os programadores corrigem bugs como falhas de segurança que permitem ao invasor acessar o dispositivo e roubar informações pessoais. Para atualizar os aplicativos, o usuário deve abrir o Google Play, no menu ‘Meus Aplicativos’, e realizar as atualizações. Já o sistema operacional é atualizado automaticamente pelas operadoras e fabricantes.

· Verifique os aplicativos e suas permissões: quando for instalar aplicativos é necessário considerar dois pontos: a sua origem e as permissões exigidas. Recomendamos o uso da loja oficial e confiável para efetuar downloads. Por sua vez, quando instalar um aplicativo do Google Play, por exemplo, uma janela de permissão imediatamente apresentada pelo aplicativo. É aconselhável ler os Termos e Condições antes de aceitá-lo.

· Evite ativar a geolocalização: há aplicações que solicitam ativar o serviço de geolocalização, por meio do qual é possível determinar a localização geográfica do dispositivo. Essa opção é usada, por exemplo, para encontrar um equipamento perdido. No entanto, esse recurso também permite que cibercriminosos localizem pessoas e pratiquem crimes. Portanto, é aconselhável evitar essa funcionalidade e sempre verificar se os serviços que a utilizam são confiáveis ​​e adequados.

· Proteja o cartão SIM: além da senha de acesso ao equipamento, o usuário deve definir uma senha de acesso ao cartão SIM, pois assim o usuário pode evitar a falsificação e roubo de identidade. É indicado usar uma senha forte (com letras, números e caracteres), o que evitará o vazamento de informações em caso de perda, roubo ou furto do equipamento.

· Configure a segurança do navegador web: algumas práticas recomendadas para implementar no navegador do dispositivo são: ter uma solução de antivírus capaz de analisar as conexões e arquivos em execução; desabilitar a execução de Java e Flash automaticamente; acessar apenas sites HTTPS; desativar a opção de lembrar de senhas; e desativar a opção de ativar localização.

· Faça cópias de segurança: realizar backup periódico dos dados e informações contidos no smartphone é uma ótima prática, porque isso permite recuperar essas informações no caso de incidentes com o equipamento.

· Apague dados ao vender ou trocar o equipamento: para isso é preciso entrar em Configurações/Privacidade e selecionar as funcionalidades de fábrica. É necessário também apagar dados do cartão de memória.

Dicas via ESET

Facebook Comments
Siga-nos & Curta 🙂

1 comentário sinta-se a vontade para participar dessa conversa.

  1. Fernanda Fusco 13 de julho de 2014 at 15:27 -

    Eu estou meio chateada com esse samsung galaxy, justamente por achar que está cheio de falhas de segurança… Já fiz tudo o que sugeriram, cheguei a formatar, mas o sistema continua muuuuito lento e aparecem, do nada, aplicativos que eu nem havia instalado! Estou pensando seriamente em trocar por um iPhone… 🙁

Deixe uma resposta